Declaração de IR é ferramenta para educação financeira


A Declaração Anual de Ajuste do Imposto de Renda é uma obrigação de milhões de brasileiros e que deverá ser entregue até o dia 29 de Abril de 2011. Este é um bom momento para colocar a vida financeira em dia. Você parou para pensar quanto de dinheiro passou por suas mãos, em sua conta bancária em 2010? Os documentos e comprovantes já estão organizados?  Para melhor compreensão segue orientações que fiz para que entendam como a IR pode mudar suas finanças:

  1. Separe toda a documentação (informe de rendimentos, extratos bancários, recibos médicos, plano de saúde, instrução, escrituras, dependentes, etc.);
  2. Entregue o quanto antes a Declaração para cumprimento da obrigação e, principalmente, para quem tem imposto de renda a restituir que possa receber logo nos primeiros lotes;
  3. Poupe esse dinheiro extra, é uma ótima oportunidade de começar a mudar sua vida financeira;
  4. Não utilize esse dinheiro para pagamento de dívidas, lembre-se de combater a causa do problema financeiro e não o efeito;
  5. Todo cuidado é pouco na hora de preparar a declaração, informações erradas podem causar problemas como cair na malha fina (fiscalização da Receita Federal) e ainda gerar multas;
  6. Faça uma análise, simule no próprio site da Receita Federal e encontre a melhor opção da entrega da declaração, podendo ser completa (quando tem muitas deduções) ou simplificada (quando não tiver muitos comprovantes dedutíveis);
  7. Evite utilizar a linha de crédito de antecipação de restituição, além de pagar em média juros de 3% ao mês, também poderá ter problemas financeiros caso caia na malha fina da Receita Federal;
  8. Caso vá guardar o dinheiro da restituição, não tenha pressa em receber, isto porque a mesma é corrigida pela taxa SELIC (11,25% ao ano), um excelente retorno de juros;
  9. Atente-se e analise o informe de rendimento, é muito comum mesmo pessoas desobrigadas da entrega terem valores a restituir. Caso tenha dúvidas sobre esta obrigação, procure uma empresa contábil ou um especialista na área;
  10. Dependente pode aumentar sua restituição, contudo, tenha certeza que a pessoa só está como dependente em sua declaração, pois, isso pode levar à malha fina.

A obrigação de entrega da Declaração de Imposto de Renda é muitas vezes entendida como apenas fiscalizadora, mas é preciso registrar que para ser uma pessoa próspera financeiramente, temos que ter uma visão global de nossa vida financeira, o que esse material permite. Portanto, vamos aproveitar este momento para colocar nossa situação financeira e fiscal em ordem e alcançar a sustentabilidade financeira.

Texto de Reinaldo Domingos, Educador e Terapeuta Financeiro, autor dos  livros Terapia Financeira e O Menino do Dinheiro e da primeira Coleção didática de Educação Financeira para o ensino básico,  Presidente do Instituto DSOP de Educação Financeira, www.dsop.com.br.


Sou formada em Publicidade e Propaganda pela PUC/MG, pós-graduada em Administração Mercadológica pela UNA/MG, onde também cursei MBA em Administração Estratégica Fiz o Curso de Extensão em Negociação pela FGV/SP. Sou Educadora Financeira da DSOP. Pós-graduada no curso de Educador Financeiro, Orientador Financeiro, Coaching Financeiro e Educação Financeira para empreendedores pela Dsop/Sp. Minha experiência sempre foi no desenvolvimento de atividades em Gestão de Negócios e Relacionamento com os Clientes. A partir dessas competências, descobri meu talento para o Planejamento Financeiro e me especializei nessa área, principalmente no que tange a Seguros, sendo reconhecida como Consulting Life Planner® pela Prudential do Brasil Seguros de Vida e Membro MDRT (Million Dollar Round Table).


Comentar


 

Fatal error: Allowed memory size of 134217728 bytes exhausted (tried to allocate 6326697 bytes) in /var/www/html/alessandrafranco.com.br/web/wp-includes/functions.php on line 1038